• Blog do Beneficiário
 
busque no blog
477 notícias
Beneficiária, participe do Outubro Rosa do Affego-Saúde
Regularização da cobrança das mensalidades do Affego-Saúde
Veja dicas para amenizar efeitos da baixa umidade do ar
Se inscreva no Affego-Saúde: saiba como!
Entenda como se prevenir contra o câncer de intestino
Dores constantes no calcanhar podem ser indícios de fascite plantar, confira!
Coloproctologista do Affego-Saúde fala sobre câncer de intestino



 
 
 
 
Central de atendimento

Autorizações: 3096-7627
Credenciamento: 3096-7635
Faturamento: 3096-7630
Enviado em 27/03/19 às 09h21min
 
 
Dores com persistência de mais de 3 meses podem ser crônicas

Alexandro Lima
 
 
 
Fiquem atentos: qualquer dor pode ser considerada crônica se persistir por mais de 3 meses, podendo ir e vir, se alongando por anos e prejudicado a qualidade de vida do indivíduo a longo prazo. A dor crônica afeta geralmente articulações e as células nervosas que, com a continuidade das dores, se tornam sensíveis.

Ansiedade, câncer, artrite, diabetes, fibromialgia, sedentarismo, depressão e enxaqueca são algumas das doenças que comumente provocam dores crônicas; por mais que essas enfermidades sejam curadas, podem acarretar dores posteriores que muitas vezes se estendem por tempo indeterminado, necessitando de cuidados e tratamentos adequados.

Quando as dores se intensificarem e perdurarem por mais de 90 dias, deve-se investigar a causa mais a fundo por meio de exames laboratoriais e de imagem, para se chegar até um diagnóstico preciso. Logo após é dado início ao tratamento com os médicos especialistas conforme o local da dor.

O Tratamento pode ocorrer através da introdução de medicamentos para alívio da dor, anti-inflamatórios, acupuntura, estimulação elétrica, terapia cognitivo-comportamental, auxílio de fisioterapia e para casos mais sérios há interferência de métodos um pouco mais invasivos como a cirurgia.

Apesar das dores crônicas não terem cura, com o auxílio da medicina o indivíduo pode atenuar esses males com medicações e métodos físicos, aprendendo a conviver com o sintoma e seguindo a vida normalmente.


O Affego-Saúde cuida de você!
 
Fonte/Autoria: Talita Moaby - ASCOM

 
 
AFFEGO - Associação dos Funcionários do Fisco do Estado de Goiás
Rua Henrique Silva, Nº 312, Setor Sul, CEP 74.083-020 - Goiânia (GO) - Fone: 3218-5051