• Blog do Beneficiário
 
busque no blog
425 notícias
Novo Diretor Executivo do Affego-Saúde é apresentado aos prestadores do PAD
Hugo Maria D Assunção é o novo Diretor Executivo do Affego-Saúde
A corista Lucy Afonso fala do amor que a envolve durante os encontros da musicoterapia
Comece o ano cuidando da sua saúde - confira os especialistas que atendem no Ambulatório
Janeiro Branco: o Affego-Saúde apoia essa ideia!
Você conhece o Affego-Saúde Mobile? Confira essa facilidade!
1º de dezembro | Dia Internacional da luta contra AIDS



 
 
 
 
Central de atendimento

Autorizações: 3096-7627
Credenciamento: 3096-7635
Faturamento: 3096-7630
Enviado em 15/02/19 às 11h08min
 
 
Novo Diretor Executivo do Affego-Saúde é apresentado aos prestadores do PAD

Talita Moaby
 
 
 
Aconteceu na manhã de hoje, 15, no Salão Nobre da Affego, uma reunião com os prestadores do Programa de Atendimento Domiciliar (PAD), para a apresentação do novo Diretor Executivo do Affego-Saúde, o ex-presidente do Conselho de Administração da associação, Hugo Maria D Assunção.

Antes do início da reunião, os prestadores tiveram um momento de descontração, quando foi servido um café da manhã e apresentado um vídeo motivacional. Logo após essa abertura, o novo Diretor do plano se apresentou para os prestadores e falou da alegria em continuar prestando serviços à entidade, colaborando para que a cada dia mais, o plano do Affego-Saúde seja conhecido em todo Brasil como sendo uma das melhores operadoras de autogestão.

Estiveram presentes também na reunião Lucy Albuquerque, Diretora Administrativa; Wellington Araújo, Diretor do Faturamento; Rejane Karla e Maria Odete, responsáveis pelo PAD.

Ao final do encontro, Rejane Karla lembrou da qualidade nos atendimentos em domicilio que são oferecidos pelos prestadores de serviço do Affego-Saúde: “É imprescindível que os prestadores se atentem em deixar o prontuário do paciente sempre atualizado para mantermos uma regra, e para o caso de um familiar desse paciente necessitar também”, finalizou ela.
 
Fonte/Autoria: Talita Moaby - ASCOM

 
Enviado em 15/02/19 às 11h02min
 
 
Hugo Maria D Assunção é o novo Diretor Executivo do Affego-Saúde

Alana Sales
 
 
 
Os membros do Conselho de Administração da Affego reunidos no último sábado, 9, escolheram por unanimidade o colega Hugo Maria D Assunção como o novo Diretor Executivo do Affego-Saúde. Ele substituirá o ex-diretor Wilson Brandão, que ficou no cargo por dez anos.
No biênio 2017-2018, já como conselheiro da associação, Hugo ganhou expertise sobre o plano de saúde ao participar do grupo de trabalho responsável pela atualização do regulamento da operadora, além de atuar como representante do Affego-Saúde em vários congressos e seminários promovidos pela UNIDAS (União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde) e da Febrafite.

Ele está à frente, inclusive, do processo de implantação do setor de Ouvidoria do plano, um novo departamento que deverá atuar como mediador de conflitos entre o beneficiário e a operadora de saúde, além de promover mudanças e funcionar como um instrumento de aprimoramento dos serviços prestados pelo plano. Segundo Hugo, a Ouvidoria também é um instrumento de gestão valioso, servindo de “termômetro” de atuação da associação.

Seu engajamento na estrutura administrativa da operadora foi reconhecido pelos conselheiros, que manifestaram confiança no trabalho do colega. “O Hugo é um usuário do Affego-Saúde, é alguém que conhece de perto as necessidades dos beneficiários”, afirmou o presidente do Conselho, José Segurado; ele também enfatizou o fato do novo diretor ser um dos “proprietários” da operadora, o que o torna ainda mais interessado na boa gestão do plano. Outro fator mencionado pelos conselheiros é que todas as outras operadoras de saúde dos Fiscos estaduais brasileiros já são geridas por um diretor associado, alguém de dentro da categoria.

Emoção pelo reconhecimento

Em seu primeiro pronunciamento como diretor eleito da operadora affegueana, Hugo D’Assunção não escondeu a emoção de ter sido escolhido pelos colegas, falou do aprendizado como membro do Conselho de Administração e agradeceu a oportunidade a ele confiada pelos conselheiros e pelo presidente Wilmar Pinheiro. A indicação de Hugo para a gestão do Affego-Saúde partiu da Diretoria Executiva da Affego.

O associado falou também sobre a responsabilidade que tem pela frente em gerir um plano de saúde reconhecido nacionalmente por sua solidez e qualidade de serviços. “Os desafios são imensos, mas estou com muita energia e vontade de trabalhar para melhorar esse plano de saúde que é muito bom, mas pode ser aperfeiçoado e transformado, incorporando inovações que surgem a cada momento em planos das coirmãs, filiadas à Febrafite. Já estamos colaborando com a adequação do Regulamento do Affego-Saúde, na emissão de alguns pareceres em processos de alguns beneficiários, em reuniões diversas e também participando de cursos e seminários em outros estados”, destacou.

Ao final do breve discurso, Hugo garantiu que trabalhará para cumprir à risca as metas e ações previstas no Planejamento Estratégico da Affego, atuando em parceria estreita com a Diretoria Executiva na busca do aperfeiçoamento dos serviços prestados e no atendimento dado ao beneficiário. “Eu me comprometo com os senhores da Diretoria Executiva e Conselho de Administração que darei tudo de mim para uma direção transparente, levando em conta os princípios éticos, profissional, imparcial e com a prestação de contas constante às pessoas que confiaram na minha pessoa”, garantiu Hugo.

Confira o discurso do novo Diretor na íntegra clicando aqui.


 
Fonte/Autoria: Alana Sales - ASCOM

 
Enviado em 11/02/19 às 09h53min
 
 
A corista Lucy Afonso fala do amor que a envolve durante os encontros da musicoterapia

Talita Moaby
 
 
 
Lucy Afonso da Silva Barbosa, de 70 anos, é natural de Morrinhos-GO e pensionista do falecido auditor Welersom Barbosa. Ela tem três filhos, Dearley Kim, 52, Duayne Kim, 50, Denya Kim, 49.

A pensionista adora vir aos encontros da Musicoterapia porque além de participar dos ensaios com os coristas, também é o momento em que ela pode rever os colegas e colocar o papo da semana em dia.

Ela conta que desde jovem gostava de cantar os Salmos da Bíblia Sagrada na Igreja Católica, onde frequenta os cultos regularmente até hoje. Quando seu esposo faleceu, Lucy começou a vir aos eventos da associação, nos quais cantava com as colegas no dia das mães e em reuniões no Clube Campestre em que o Bigode dos Teclados animava as festas. Quando ela deu por si, depois de um ano de existência do Coro Terapêutico da Affego Celuta Pacheco Mioto, já fazia parte do grupo como uma das coristas.

Hoje, após dois anos da sua ingressão ao grupo, ela conta dos benefícios que a musicoterapia trouxe para sua vida, e avalia os encontros como sendo sempre muito produtivos e calorosos: “Esses encontros aqui nas quartas-feiras transmitem muito amor. E falando sobre o amor, ele é a mais bela flor colocada por Deus no caminho da vida, e eu ligo a musicoterapia com o amor” afirma a pensionista.

“Minhas manhãs aqui na Affego são maravilhosas. A gente conversa, a gente ri, tem passeios, apresentações do coro, e eu me sinto muito bem aqui”, declara Lucy, cheia de orgulho por fazer parte do coro terapêutico que ela chama de “família”.

Perguntada sobre o que ela percebeu de mudanças em sua rotina e estilo de vida após seu ingresso no coral, ela revela seu estado anterior de depressão: “Eu estava depressiva, porque meus filhos são todos casados, eu moro sozinha em um apartamento grande, andava tristonha, e eu fui abraçada pelo coral, veio preencher o vazio que sentia”, conta Lucy, emocionada.

Usuária do Affego-Saúde, ela não se acanha em rasgar elogios expressando sua gratidão em poder utiliza-lo quando necessita: “O Affego-Saúde é um balsamo na vida da gente, quando você precisa de um médico tem na hora, a gente é muito bem tratada aqui, eu gosto muito”, diz a pensionista.

Lucy aproveita para convidar as pensionistas da Affego para conhecerem o programa de musicoterapia e garante que: “Até o sorriso muda, faz diferença. Você que é pensionista da Affego não pense duas vezes, entre no coral para você participar e sentir o amor que são as pessoas, são manhãs maravilhosas, e isso faz muito bem para mente”.

A corista finaliza a entrevista dando uma palhinha do que ela mais gosta de fazer que é cantar: “La vai uma Chalana bem longe se vai, navegando no remanso do Rio Paraguai” cantarolando ela a letra de Almir Sater, sorrindo de alegria de se sentir muito bem em fazer o que mais ela ama.

Conheça o Setor de Promoção da Saúde da Affego

O Setor de Promoção da Saúde e Prevenção a riscos e doenças de Affego é coordenado pela psicóloga Tatyana Otto. Com intuito de promover atividades que reiterem os beneficiários e incrementar também a sua qualidade de vida e longevidade, o setor possui diversos programas.

Dentre eles, estão os encontros com a professora Rosângela Brom para aulas de Yoga, um programa de Caminha, Corrida e Funcional em parceria com a TRC Assessoria Esportiva, e a Musicoterapia.

As aulas de Yoga acontecem todas as terças e quintas das 17:00 às 18:00, no Salão Nobre da Affego. Já a Musicoterapia tem ensaios nas tardes de terça-feira e nas manhãs de quarta-feira, no 3º andar da associação.

A Caminhada e Corrida ocorre na Alameda Ricardo Paranhos, no Setor Marista, em dias e horários flexíveis. Se você quer saber mais, contate o Setor de Prevenção pelo número (62) 3096-7658 e obtenha mais informações.

 
Fonte/Autoria: Talita Moaby - ASCOM

 
Enviado em 11/01/19 às 10h58min
 
 
Comece o ano cuidando da sua saúde - confira os especialistas que atendem no Ambulatório

ASCOM
 
 
 
Iniciar o ano cuidando do bem mais importante que temos, nossa saúde, não tem mistério. E a melhor forma de evitar o surgimento de doenças ou detectá-las precocemente é por meio do tradicional check-up médico. Os exames solicitados no check-up permitem que o médico verifique o funcionamento de alguns órgãos como o fígado, rins, e coração, por exemplo, além de serem utilizados na identificação de infecções e alterações no sangue, como leucemia e anemia.

O ambulatório do Affego-Saúde dispõe de uma equipe de profissionais de várias especialidades médicas para que você affegueano não deixe sua saúde para depois. Além disso, contamos com uma filial do Laboratório Núcleo para maior comodidade e rapidez na realização dos exames. Confira aqui a lista completa dos dias de consultas e horários do Ambulatório Marco Antônio de Castro:


Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira

Quinta-feira

Sexta-feira

Psicóloga:
Andréa Martin Miceli

Horário: das 9h20 às 10 horas e das 14h às 16h40

Sala 108

Fonoaudióloga:
Renata Malheiros Diniz

Horário: das 8h às 11h

Sala 107

Geriatra:
Alberto Cajuí

Horário: das 8h às 11h

Sala 107

Geriatra:
Alberto Cajuí

Horário: das 8h às 11h

Sala 107

Fonoaudióloga:
Renata Malheiros Diniz

Horário: das 8h às 10h40

Sala 109

Psicólogo:
Felipe Rodrigues Lima

Horário: das 13h20 às 17h20

Sala 109

Cardiologista:
Ariel Bueno

Horário: A partir das 9h30

Sala 108

 

Psicólogo:
Felipe Rodrigues Lima

Horário: das 13h20 às 17h20

Sala 109

Nutricionista:
Rafaela Luiza Pereira

Horário: das 8h às 10h

Sala 109

Endocrinologista:
Adriana Regina Correia

Horário: das 8h às 11h e das 14h30 às 16h30

Sala 108

Endocrinologista:
Adriana Regina Correia

Horário: das 14h30 às 16h30

Sala 107

Psiquiatra:
Soraia Salomão

Horário: das 8h30 às 11h30

Sala 108

Psiquiatra:
Soraia Salomão

Horário: das 14h às 17h20

Sala 108

Psicóloga: Fernanda Cristina Garcia

Horário: das 8h às 11h20 e das 14h às 16h40

Sala 108

Fisioterapeuta:
Raquel de Souza Carvalho

Horário: das 13h às 15h

Sala de Fisioterapia

Fisioterapeuta:
Raquel de Souza Carvalho

Horário: das 13h às 15h

Sala de Fisioterapia


Geriatra:
Lívia Teixeira

Horário: a definir

Sala 108

Fisioterapeuta:
Raquel de Souza Carvalho

Horário: das 13h às 15h

Sala de Fisioterapia

 

 

Fisioterapeuta:
Raquel de Souza Carvalho

Horário: das 13h às 15h

Sala de Fisioterapia

Fisioterapeuta:
Raquel de Souza Carvalho

Horário: das 13h às 15h

Sala de Fisioterapia

 

 

 
Fonte/Autoria: Thaíla Queiroga • ASCOM Affego

 
Enviado em 09/01/19 às 10h03min
 
 
Janeiro Branco: o Affego-Saúde apoia essa ideia!

Alexandro Lima
 
 
 
O Affego-Saúde, apoia todos os anos as campanhas do Outubro Rosa, que promove a prevenção contra o câncer de mama, e o Novembro Azul, o mês que preza pelo cuidado dos homens na prevenção contra o câncer de próstata.

Incentivou em 2018 também a campanha Setembro Amarelo, cujo objetivo é oferecer informações e apoio psicológico na prevenção contra o suicídio, abrindo portas para se falar cada vez mais sobre esse assunto tão delicado.

E agora em janeiro de 2019, o Affego-Saúde manifesta seu apoio a mais uma ação em prol da saúde mental dos associados e beneficiários: a campanha Janeiro Branco.

 Conheça o Janeiro Branco

O Janeiro Branco é uma campanha criada pelo psicólogo Leonardo Abrahão, de Minas Gerais. Em 2013, após anos de clínica atendendo pacientes com dificuldades emocionais incapacitantes, o profissional percebeu a necessidade de falar publicamente sobre a saúde mental e emocional das pessoas, um âmbito da vida que pode afetar dramaticamente a convivência em sociedade.

A saúde mental engloba desde a capacidade de lidar com as frustrações e os reveses da vida com ponderação e estrutura psicológica, desde a habilidade de reconhecer os próprios estados de ânimo e harmonizá-los, seja por meio de uma terapia, de um tratamento psiquiátrico, entre outras medidas cujo objetivo sejam promover o bem-estar psíquico.

Ao contrário do que se pensa, não são apenas pessoas que sofrem com algum distúrbio emocional e mental diagnosticado que devem procurar ajuda médica psicológica ou psiquiátrica. Todos aqueles que se sentem desmotivados, à beira do esgotamento físico e mental, estressados, sobrecarregados e sofrendo com as constantes atribulações da vida moderna, também devem prestar atenção especial a como anda a saúde da mente.

A visita a médicos terapeutas, psicólogos e psiquiatras pode ajudar a averiguar se você precisa de algum tipo de ajuda profissional ou se apenas uma mudança de hábitos, ou alimentar, poderá ajudá-lo.

Quer saber mais? O Ambulatório do Affego-Saúde conta com profissionais como psiquiatras e psicólogos que promovem semanalmente o atendimento de pacientes nas mais variadas situações, desde um mal-estar prolongado até um quadro severo de depressão. Para marcar uma consulta com um deles, basta ligar no número (62) 3096-7640 e escolher o melhor horário.

Não sofra em silêncio! Cuidar da saúde mental pode ser a chave para uma vida mais plena e cheia de boas experiências.

O Affego-Saúde cuida de você.
 

 
Fonte/Autoria: Talita Moaby • ASCOM Affego

 
Enviado em 14/12/18 às 09h45min
 
 
Você conhece o Affego-Saúde Mobile? Confira essa facilidade!

Alexandro Lima
 
 
 
Você que é beneficiário do Affego-Saúde já parou para pensar na comodidade de poder encontrar o prestador que você precisa com apenas um clique? Pois com o aplicativo Affego-Saúde Mobile, isso é possível. Disponível para Android e iOS, o app permite ao usuário a possibilidade de procurar pelo prestador mais próximo de sua residência diretamente do celular ou tablet.

Com uma interface simples e intuitiva, o Affego-Saúde Mobile fornece todos os dados que você precisa sobre médicos, clínicas, laboratórios, hospitais e demais estabelecimentos de saúde perto de você.

O maior destaque do app é a facilidade com que os beneficiários podem localizar prestadores de saúde que atendem nas proximidades, utilizando o GPS do seu smartphone ou tablet. O aplicativo fornece ainda indicações das melhores rotas para se chegar até estes locais, função especialmente útil em casos de emergência ou quando o beneficiário precisa saber o endereço de um prestador numa região desconhecida.


Se você não tem o Affego-Saúde Mobile no seu celular, faça download do aplicativo e tenha todas essas comodidades ao alcance das mãos.

O Affego-Saúde cuida de você!

 
Fonte/Autoria: Alana Sales • ASCOM Affego

 
Enviado em 30/11/18 às 08h59min
 
 
1º de dezembro | Dia Internacional da luta contra AIDS

 
 
 
Estima-se que somente no Distrito Federal, por dia, sejam diagnosticados cerca de 3 casos de contaminação pelo vírus HIV (sigla em inglês para Human Immunodeficiency Virus, que em português significa ​Vírus da Imunodeficiência Humana), segundo pesquisa da Secretaria da Saúde do DF.

 A contaminação pelo vírus HIV é comum em jovens de 20 a 24 anos e em pessoas com mais de 55 anos, devidamente pela falta do uso de preservativo e compartilhamento de objetos cortantes. Para os idosos, o risco pode aumentar, já que muitos, quando chegam à melhor idade, não veem a necessidade de continuar se prevenindo.

 Para se prevenir, basta apenas alguns minutinhos. Use o preservativo, disponibilizados em postos de saúde gratuitamente. Vale lembrar que a contaminação não ocorre apenas por via sexual. Há também outros casos, confira:

 Como se contrai o vírus HIV:

- Relação sexual. O vírus da AIDS pode ser transmitido em toda e qualquer relação sexual, anal, oral, e vaginal – com penetração sem preservativo;

- Transfusão de sangue, sem o processo de avaliação do mesmo;

- Materiais que perfuram ou cortam a pele;

- Gravidez e amamentação.

Como não se transmite o vírus HIV:

- Contato físico;

- Trocas de carícias;

- Picada de insetos;

- Saliva, lágrimas, suor e espirro;

- Banheiro, vaso sanitário, sauna e piscina;

- Copos, prato e talheres.

 O uso do preservativo, pode diminuir a quase zero o risco de contaminações durante as relações sexuais. Para pessoas que mantenham relacionamento íntimo com o mesmo parceiro (a), devem incluir o uso de preservativo regularmente, como forma de prevenção a longo prazo.

 Prevenir é um ato de amor. Cuide-se!

 
Fonte/Autoria: Talita Moaby • ASCOM Affego

 
Enviado em 28/11/18 às 12h04min
 
 
Associado descobre paixão pela corrida através de programa do Affego-Saúde

 
 
 
Foi em Lisboa, em outubro do ano passado, que o auditor fiscal Leonardo Ferreira, de 43 anos, fez sua estreia em maratonas. Correu 42 quilômetros em 3h30m49s, fechando um pace de 5 minutos por quilômetro, o que considerou um enorme sucesso. “Era minha primeira maratona e, apesar da inexperiência e dos contratempos, consegui chegar ao recorde de um amigo que já correu várias vezes. Foi um sucesso”, avalia Leonardo. A emoção de participar da Rock n Roll Marathon em Portugal foi a coroação dos recentes dois anos nos quais ele descobriu uma verdadeira paixão pela corrida. Tudo começou em 2015, quando o auditor fiscal decidiu iniciar a nova atividade física após desistir do jiu jitsu, esporte no qual é faixa preta.

Em 2014, após mais uma lesão sofrida em decorrência de uma luta, resolveu pendurar a faixa. Já no começo do ano seguinte Leonardo começou a correr. Primeiro treinava sozinho no Parque Areião e na Alameda Ricardo Paranhos, mas após seis meses, descobriu o Programa de Caminhada e Corrida promovido pelo Affego-Saúde em parceria com a TRC Assessoria Esportiva e optou por correr com acompanhamento.

“É diferente porque você tem uma pessoa que vai te passar a planilha, há um grupo de pessoas com o mesmo objetivo que você, tem o alongamento no final do treino, tem água e isotônico pra usar durante o percurso, tem todo um aparato para ajudar nas corridas fora, então você se sente mais motivado e mais amparado profissionalmente”, destaca o auditor fiscal.

 Maratonista

De porte atlético e com um estilo de vida exemplarmente saudável, Leonardo Ferreira pode se orgulhar de dizer que chegou aos 42 anos com apenas 9% de gordura corporal. Vai e volta a pé do trabalho, na Delegacia Regional de Fiscalização de Goiânia. Aproveita qualquer oportunidade para se exercitar e também é atento à alimentação.

Tanto cuidado, ele garante, tem um único objetivo: potencializar ao máximo o bem-estar e aumentar sua qualidade de vida. “Meu gás é muito maior hoje, minha gordura é menor, tenho energia para caminhar todos os dias, minha autoestima melhorou, meu coração está saudável, então é como dizem os ingleses, "win win", só tem ganhos, não tem como perder. Depois da corrida você se sente extremamente bem”, ressalta.

            De hábito pela saúde ele logo viu na corrida também uma oportunidade de voltar ao esporte e assim surgiu a ideia de correr em maratonas. A primeira delas foi em Goiânia, a Meia Maratona do Movimento, na qual ficou em 4º lugar entre os competidores de sua faixa etária. Depois veio Lisboa e, por fim, fechou a temporada de 2017 com uma participação na BSB City Half Marathon, ocorrida em 12 de novembro, em Brasília, apenas um mês após a competição em Portugal.

            Para obter ainda melhores desempenhos nas próximas competições, Leonardo intensificou sua rotina de treinos. Além disso, espera contar sempre com o apoio valioso da equipe da TRC Assessoria Esportiva, que tem acompanhado o auditor em todas as suas competições. “Com a ajuda especializada de uma pessoa que tem 12, 13 anos de mercado participando desse tipo de evento, é uma oportunidade única”, destaca Leonardo.

 Parceria esportiva

O programa de caminhada e corrida que o Affego-Saúde mantém com a TRC Assessoria Esportiva tem proporcionado a muitos beneficiários a descoberta do prazer pela corrida e, mesmo para aqueles que não correm, a oportunidade de se exercitarem regularmente com o acompanhamento de um profissional.

Quem coordena as atividades é a educadora física Caroline Protásio, de 38 anos, diretora da TRC e do grupo de corrida da Affego. É ela quem faz o acompanhamento dos beneficiários, elabora suas planilhas de treino, coordena alongamentos, exercícios de fortalecimento, inclusive para os pés, aulas de funcional e orientações gerais para os alunos. Uma equipe de profissionais de educação física a auxilia nesse processo.

Caroline já acompanha os beneficiários do Affego-Saúde há um ano. Afirma que, nesse período, já houve bons avanços entre os participantes. “O pessoal que é mais assíduo, mais frequente, apresenta os melhores resultados. Tem o José Humberto, por exemplo, que já participa de maratonas. Tem também o Leonardo, que fez duas meias maratonas e uma maratona em Lisboa; tem a Valéria Cristina, que começou há pouco tempo e já vai fazer uma meia maratona, então estão evoluindo”, destaca a profissional.

Para aqueles que planejam iniciar uma atividade física, mas ainda decidiram quando começar, Caroline manda o recado: “Cuide de você, cuide da sua saúde. Os benefícios virão”. É o que diz também Leonardo Ferreira: “Eu sou uma pessoa que incentiva todos os colegas auditores a fazerem exercícios, melhorarem a dieta porque assim vão melhorar a qualidade de vida e consequentemente vão viver mais. A tendência é que a gente se aposente com a idade mais avançada, consequentemente a gente tem que descobrir maneiras de manter nossa máquina biológica funcionando por mais tempo, por isso eu sempre incentivo os colegas. Se o Affego-Saúde conseguir fazer com que os seus associados se exercitem, percam gordura e ganhem músculos, isso vai consequentemente a médio e longo prazo, reduzir internações. O custo-benefício é muito bom”, pondera o auditor. Com toda razão.

 
Fonte/Autoria: Alana Sales • ASCOM Affego

 
Enviado em 21/11/18 às 10h32min
 
 
25 de novembro | Dia Internacional de Combate à não Violência contra a Mulher

Internet
 
 
 

Não se cale mulher: diga não à violência

Em 2018 a Lei Maria da Penha completou 12 anos de vigência no Brasil. A lei condena crimes de abusos e violências cometidas contra mulheres que prevê condenações mais duras para quem comete esse tipo de infração.

Levantamentos do Anuário da Segurança Pública, Mapa da Violência, Balanço do 180 e da Agência Patrícia Galvão em 2017, compilados pela Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres revela que, Goiás é o segundo Estado que mais mata mulheres, perdendo somente para o Estado de Roraima, segundo publicação do site Portal 730.

Já o feminicídio é o crime de assassinato contra a mulher motivado por razões de gênero (apenas pelo fato dela ser mulher). As punições para o feminicídio são previstas por lei; homicídios desta natureza também podem ser entendidos como um agravante durante o julgamento de um caso, podendo aumentar a penalidade sob a condenação final para 1/3 a mais.

A violência contra a mulher, pode ocorrer tanto nas ruas como em casa, e geralmente são praticadas por pessoas próximas da vítima, como por exemplo, companheiros, filhos e parentes.

A mulher conhecida por chefiar a família em muitos lares brasileiros, demonstra a força feminina no século XXI. Podemos dizer que este termo “sexo frágil” não representam as mulheres mais. Apesar dos avanços e implantação de leis mais rígidas é preciso falar sobre o assunto, por abordagens que atinja todo o tipo de pessoa, desde sua infância até a fase adulta.

Esse tipo de aproximação na interatividade com o assunto pode ser feito por informativos que levam em sua descrição, a abordagem do tema, com mais informações sob a lei que protege as mulheres, como identificar indícios de agressão física e mental, e como você pode denunciar.

 Mulher, não aceite ser desrespeitada por quem quer que seja, não aceite ser abusada, humilhada, e muito menos agredida.

Denuncie a violência contra a mulher.

Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher – DEAM

Endereço: Rua 24, 203 - St. Central, Goiânia - GO, 74030-060

Horário de atendimento: Aberto 24 horas

Telefone: (62) 3201-2801

Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher – DEAM

Endereço: Rua Paracatu, Quadra 81, Lote 7, s/n - Vila Brasília, Aparecida de Goiânia - GO, 74910-180

Telefone: (62) 3201-2644

Para denúncias anônimas: Disque 180

 
Fonte/Autoria: Talita Moaby - ASCOM

 
Enviado em 20/11/18 às 11h04min
 
 
Adiada a Campanha de prevenção contra o câncer de pele em dezembro

Internet
 
 
 

A campanha de prevenção ao câncer de pele que seria promovida pelo Affego-Saúde precisou ser adiada por motivos operacionais. Segundo o Setor de Promoção da Saúde e Prevenção a Riscos e doenças, a ação deverá acontecer no próximo ano de 2019, seguindo o  calendário do Ministério da Saúde. 

A prevenção contra o câncer de pele pode ser feita por meio de consultas com um médico  profissional da área da saúde, o dermatologista, que poderá investigar o surgimento de manchas ou alterações em manchas já existentes na pele.

Confira alguns sinais aos quais você deve ficar atento:

- O aparecimento de pintas escuras na pele, que não tinha antes, pois o câncer pode ter um aspecto de uma pinta;
- Irritações ou alergias na pele sem motivo;
- Manchas indolores e de cor avermelhada na pele.

A melhor forma de manter-se longe dessa enfermidade continua sendo os cuidados diários com a saúde do corpo. Veja:

- Usar protetor solar diariamente. É possível personalizar protetores que sejam livres de óleo, para pessoas que tenham incomodo com a textura da substância;
- Evitar exposição ao sol, usando chapéus e roupas que cubram o corpo;
- Evite o sol em horários de manhã e tarde entre: 10 e 16h, principalmente no horário de verão quando o clima alcança temperaturas mais elevadas;
- Use óculos de sol com proteção UVA, e UVB;
- Se hidrate bastante bebendo água.

 
Fonte/Autoria: Talita Moaby - ASCOM

 
 
AFFEGO - Associação dos Funcionários do Fisco do Estado de Goiás
Rua Henrique Silva, Nº 312, Setor Sul, CEP 74.083-020 - Goiânia (GO) - Fone: 3218-5051